domingo, 7 de outubro de 2012

Eu falo e falho






http://www.abrecom.org
Falho quando digo o que os outros ouvidos não gostariam de ouvir.
Falho quando por vezes me afasto e ponho-me apenas a pensar.
Eu falo comigo e me interrogo; eu falho com os outros e me apavoro.
Eu falho quando falo demais, quando não ouço o bastante,
ou penso que o bastante para mim é aquilo que sei.
Mas não é.
O que sei é apenas uma parte de tudo, de um imenso universo.
O que sei são apenas minúsculas partículas, quando comparado ao que ainda há para aprender.
Eu falo sobre a vida, o amor, a esperança, a dor.
E falho ao falar sobre tanta coisa que ainda não vivi.
Eu falo.
Eu falho.
Eu ouço.
Eu vivo.

Marcilane Santos.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...